Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

11/05/2020

BIOLUMINESCÊNCIA

Qual a ciência por trás da luz viva nas praias da Califórnia?

 

 

Desde o final de março, vários vídeos se espalharam pelo mundo mostrando ondas azuis metálicas brilhantes na Califórnia, evento conhecido como bioluminescência. 

 

Esse fenômeno ocorre em organismos conhecidos como dinoflagelados (popularmente conhecidos como algas). Esses pertencem ao grupo de pequenas plantas que vivem na superfície dos oceanos e que são capazes de realizar fotossíntese. A bioluminescência ocorre quando a luciferina (uma molécula de pigmentação presente nas células dessas algas) se liga à luciferase (enzima que transforma energia química em energia luminosa). Nessas algas, a energia dessa ligação é liberada como luz azul esverdeada, como pode ser observada no vídeo abaixo. A luz pode ser acionada tanto por predadores ou pela quebra das ondas.

 

E qual a importância desse fenômeno?

 

A bioluminescência é importante para a comunicação marinha, uma vez que a incidência solar nesse ambiente pode ser muito variável. Além de ser uma defesa contra predadores ou até mesmo para encontrar ou atrair presas.

 

Um fato curioso é que no fundo do mar, onde a luz solar é fraca ou até mesmo ausente, mas de 90% dos animais são capazes de emitir luz. 

 

É possível nadar ou surfar nesses locais?

 

Os cientistas alertam que algumas pessoas podem ser sensíveis a essas algas sendo então, não recomendado o contato com essas praias. Para mais informações o Instituto de Oceanografia da Universidade da Califórnia acompanha e libera, frequentemente, estudos sobre a bioluminescência.

 

#soulord